A trágica história de pai e filha que morreram a tentar chegar aos Estados Unidos

Um pai e a sua filha, com menos de dois anos de idade, perderam a vida a tentar atravessar o Rio Grande, perto da cidade mexicana de Matamoros, revelaram na segunda-feira a esposa e a mãe do falecido.

PUB

A tragédia aconteceu no domingo à tarde na cidade de Matamoros, no estado de Tamaulipas, no nordeste mexicano, a aproximadamente um quilometro da nova ponte internacional.

Tania Vanessa Ávalos disse às autoridades que a água levou primeiro a menina, e foi o seu pai quem veio em sua ajuda, mas acabaram ambos por serem levados pela corrente do rio, e desapareceram.

Elementos da Secretaria da Marinha, da Polícia Estadual e os bombeiros iniciaram as buscas pelos corpos imediatamente, sem obter resultados positivos.

O grupo de migrantes era originalmente de El Salvador, e chegaram a esta cidade mexicana para pedir asilo político nos Estados Unidos. No entanto, antes do desespero devido à lentidão dos procedimentos, decidiram juntamente com outros migrantes atravessar o Rio Grande, segundo a mulher.

Como revela hoje o Daily Mail, pai e filha partiram de El Salvador no dia 3 de abril e passaram dois meses num acampamento de migrantes, no sul do México, aguardando notícias do seu pedido de asilo para os Estados Unidos, antes de decidirem apanhar um autocarro até à fronteira no domingo para tentar acelerar o caso.

Quando chegaram, o consulado estava fechado, mas descobriram que estavam na lista de centenas de imigrantes na fila para entrevistas. Decidiram fazer a travessia ilegalmente.

Oscar iria carregar Valeria até ao outro lado do rio, desde Matamoros, no México, até às margens do rio em Brownsville, no Texas, e voltaria para vir buscar a sua mulher, Tania Vanessa Ávalos, de 21 anos.

Valeria saltou para a água quando viu o pai voltar para ir buscar a mãe. O jovem pai nadou de volta para ela, e os dois foram arrastados pela corrente enquanto Tania assistia do outro lado do rio.

Uma fotografia assombrosa dos seus corpos, que foram encontrados no dia seguinte, mostrou como Oscar enfiou a filha dentro de sua camisola para tentar impedi-la de se afastar dele.

O pequeno braço da menina ainda estava à volta de seu pescoço, indicando que se agarrou a ele até aos últimos momentos. Tania viu-os a serem levados pelas águas no domingo e alertou as autoridades.


Recomendados

Recomendados

Comente, qual a sua opinião?
A carregar...

Outros conteúdos na web