Mais acidentes, mais mortos e mais feridos nas estradas este ano

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

As autoridades registaram desde o início do ano mais acidentes do que em período homólogo do ano passado, com mais vítimas mortais e mais feridos graves e feridos ligeiros, indicam os dados da Autoridade de Segurança Rodoviária.

De acordo com os números mais recentes da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), pelo menos 420 pessoas morreram este ano em quase 107.000 acidentes rodoviários em Portugal continental, valores acima dos registados em período homólogo de 2016.

Entre 01 de janeiro e 31 de outubro deste ano foram registados 106.936 acidentes, mais do que no mesmo período de 2016 (105.464), 420 vítimas mortais (372 no mesmo período em 2016) e 1.805 feridos graves (1.776).

A estatística rodoviária da ANSR indica igualmente um aumento de feridos ligeiros, com 34.254 registados desde o início deste ano e 32.468 em período homólogo de 2016.

Lisboa é o distrito com mais acidentes registados (21.887), com um decréscimo relativamente ao ano anterior (22.216), seguido do Porto (19.313), Faro (9.313), Braga (8.959), Aveiro (8.480) e Setúbal (8.405).

O distrito do Porto é o que tem mais vítimas mortais registadas, com 60, quase o dobro dos 35 registados em período homólogo, seguido de Setúbal (46 este ano e 32 em 2016), Lisboa (42 este ano e 48 em 2016) e Santarém (40 este ano e 21 no mesmo período de 2016).

Lisboa é igualmente o distrito com mais feridos graves registados (250 este ano e 260 em 2016), seguido de Faro (161 este ano e 1.414 em 2016), Santarém (159 este ano e 114 no ano passado) e Porto (146 este ano e 144 em 2016).

Qual a sua opinião?