Acordo ortográfico pode voltar a sofrer alterações

Dez anos depois de ter sido aprovado, o Acordo Ortográfico deverá agora ser alterado, de acordo com a recomendação do relatório do Grupo de Trabalho criado para avaliar o impacto da aplicação do acordo.

Segundo avança o jornal i, o Parlamento vai discutir e votar esta quarta-feira o relatório final apresentado pelo Grupo de Trabalho do Impacto da Aplicação do Acordo Ortográfico, constituído em 2017.

No documento, o grupo recomenda a realização de uma nova ronda de negociações entre os Estados-membros da CPLP para se debater “a possibilidade e o interesse de se dar início a um processo de alteração ou aperfeiçoamento do atual AO ou à negociação de um novo acordo”.

Há 4 anos, foi imposto o uso obrigatório do acordo ortográfico, mas os deputados consideram que não unificou a língua portuguesa. Até agora só foi adotado por Portugal, Brasil, Cabo verde e São Tomé e Príncipe.

Outros conteúdos na web

Comente, qual a sua opinião?
A carregar...

Recomendados

Recomendados