Agressor de Coimbra tem dez condenações mas nunca foi preso

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

“Só penso que a Justiça tem que fazer o seu trabalho”. A afirmação é de um familiar do jovem de 24 anos brutalmente agredido, em Coimbra, a 1 de novembro, ao ser confrontado com o facto de um dos agressores – ainda em fuga – já ter sido condenado dez vezes, mas nunca lhe ter sido aplicada uma pena de prisão efetiva.

José Manuel Trigueiros, 31 anos, um dos dois homens que se vê no vídeo que regista a agressão (o outro é o irmão Emanuel), tem um extenso cadastro pela prática de crimes de ofensa à integridade física qualificada, extorsão e, entre outros, detenção de armas proibidas, praticados entre 2002 e 2016.

Nesse período nunca lhe foram aplicadas penas privativas da liberdade. Foi condenado em penas de multa, outras foram substituídas por trabalho a favor da comunidade e as restantes ficaram suspensas na sua execução. Em alguns casos nem terá cumprido as condições impostas para a suspensão.

“Há aqui uma grande falta de perceção do agente do crime. Salvo o devido respeito pelos tribunais, se foi condenado dez vezes é absurdo pensar que é suficiente a simples ameaça de prisão. O currículo criminoso demonstra de forma inequívoca que não chega”, sublinha o jurista Rui Pereira.

Neste caso, considera que não se pode culpar o legislador: “Está demonstrado que o condenado não é sensível a meras ameaças. É óbvio que já devia ter sido aplicada pena de prisão efetiva”. O caso está a ser investigado pela Polícia Judiciária do Centro.

A vítima está a recuperar, mas ainda tem de ser sujeita a três cirurgias e mantém o apoio psicológico. Segundo um familiar, que pede para não ser identificado, a agressão “traumatizou-o a ele e à família”.

Dez condenações:

Armas proibidas 23/2/2006 90 dias de multa (450 euros), Coimbra

Armas proibidas 26/5/2010 Um ano de pena suspensa, Viseu

Extorsão 26/7/2013 Quatro anos de pena suspensa, Coimbra

Condução com álcool 1/7/2014, 90 dias de multa e 5 meses sem carta, Penacova

Duas agressões 15/7/2014 13 meses de pena suspensa, Coimbra

Arma proibida e agressões 15/7/2014, 2 anos e 4 meses de pena suspensa, Coimbra

Condução com álcool 3/6/2015, 90 dias de multa (540 €), Aveiro

Agressão 10/7/2015 Multa de 450 euros, Coimbra

Agressão 1/3/2016 270 horas de trabalho comunitário, Coimbra

Desobediência 22/12/2016 210 horas de trabalho comunitário, Coimbra

Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã

Recomendado pelo Informa+

Qual a sua opinião?