Alojamento local vai ser suspenso em cinco bairros de Lisboa

0 9

Os novos registos de alojamento local vão, a partir do final do mês, ficar suspensos em cinco bairros de Lisboa.

Bairro Alto e Madragoa juntam-se agora ao Castelo, Alfama e Mouraria, que já tinham sido anunciados como áreas de contenção pelo presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina.

A identificação destas áreas, avança o “Diário de Notícias”, resulta de um “Estudo Urbanístico do Turismo em Lisboa”, feito pela autarquia com o objetivo de fundamentar a escolha das áreas de contenção ao alojamento local, e cujas linhas gerais foram apresentadas na manhã desta quinta-feira aos vereadores. A proposta do executivo camarário – que coincidirá com as zonas de restrição identificadas no relatório – vai a votos na última semana do mês, diz o DN, devendo passar, uma vez que o PS, à frente do município, detém a maioria.

Segundo aquele jornal. além daqueles cinco bairros, estão identificadas outras áreas da cidade que apresentam uma “maior necessidade de monitorização”, como a Baixa, os eixos da Avenida da Liberdade, a Avenida da República, a Avenida Almirante Reis, o bairro da Graça, a Colina de Santana, a Ajuda e a Lapa/Estrela. No futuro, estas zonas poderão também ser candidatas a área de contenção.

A nova lei do alojamento local, aprovada em julho na Assembleia da República, entra em vigor a 22 de outubro e dá às autarquias o poder de restringirem a abertura de novos alojamentos locais em áreas que já estejam sobrecarregadas.

Este artigo foi publicado originalmente no Jornal de Notícias

Comente, dê a sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado.