in

Alterações na boca, mãos e pés identificados como novos sintomas da Covid-19, diz estudo

British Journal of Dermatology

Uma equipa de investigadores do Hospital de La Paz, na capital espanhola Madrid, identificou aqueles que podem ser novos sintomas da Covid-19. 

Recentemente alguns especialistas já alertavam para a “língua Covid” como um novo sinal de que se está infetado com o novo coronavírus. Agora, este novo estudo espanhol identifica mais características deste sintoma e acrescenta alterações nos pés e nas mãos. O estudo foi publicado no British Journal of Dermatology como uma ‘carta de pesquisa’ em setembro, mas foi apresentado só esta terça-feira.

Segundo o estudo, com um universo de 666 pacientes observados em abril de 2020, 25% dos infetados tinha inflamação, inchaço e úlceras na língua. Além destas alterações, quase 40% desses pacientes apresentaram vermelhidão, sensação de queimadura e urticária nas palmas das mãos e solas dos pés.

45,7% dos doentes observados tiveram alterações nas línguas, mãos ou pés. A alteração mais comum foi a papilite lingual transitória, que é a inflamação das papilas ou pequenas saliências na superfície da língua.

Relativamente aos pés e mãos, a condição mais comum era a descamação difusa, que é uma descamação generalizada da pele.

A equipa do hospital sugere que os médicos e enfermeiros devam começar a examinar as cavidades orais, mãos e pés de casos suspeitos de Covid a fim de os diagnosticar mais rapidamente. 

Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã

Deixe uma resposta

Loading…

0

Professora “incrível” de 25 anos morre com Covid-19 no dia de aniversário

Médicos alemães avaliam ajuda logística e de equipamento aos hospitais de Lisboa