Alunos portugueses conquistam ouro, prata e bronze em Olimpíadas da Matemática

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

Henrique Navas, aluno da Escola Secundária Filipa de Lencastre (Lisboa), Kevin Pucci, da Secundária Dr. Júlio Martins (Chaves) e João Morais, da Secundária de Mirandela conquistaram todos lugares no pódio na última edição das Olimpíadas Ibero-americanas de Matemática, que terminou ontem e que contou com a participação de uma centena de jovens de mais de 20 países da América Latina, Portugal e Espanha.

Maria Madrugo, aluna da Secundária do Restelo e o quarto elemento a representar a equipa portuguesa que se deslocou a Puerto Iguazú, na Argentina, recebeu uma menção honrosa.

Portugal participou pela primeira vez nas Olimpíadas Ibero-americanas da Matemática (OIAM) em 1990, tendo já conquistado sete medalhas de outro, incluindo a alcançada este ano por Henrique Navas.

A estas juntam-se 17 medalhas de prata (este ano conseguida por Kevin Pucci) e 37 de bronze (atribuída agora a João Morais).

Tanto Henrique Navas, de 18 anos, como Kevin Pucci, de 16, já tinham conquistado duas medalhas de bronze nas Olimpíadas Internacionais, que decorreram em julho passado, no Rio de Janeiro.

A participação de Portugal nas OIAM é organizada pela Sociedade Portuguesa de Matemática e a preparação dos alunos é assegurada pelo Projeto Delfos, do Departamento de Matemática da Universidade de Coimbra.

Este artigo foi publicado originalmente no Expesso

Qual a sua opinião?