in

“Amor sem Fim”: Ângela recebeu resposta de António Costa e petição vai ser discutida no Parlamento

A minissérie documental da TVI, “Amor Sem Fim” sensibilizou os portugueses, que ficaram agarrados à história de Ângela e Hugo.

Ângela não perdeu a esperança de engravidar do marido já falecido, e criou uma segunda petição dirigida à Assembleia da República, que propõe uma nova lei específica através de uma iniciativa legislativa do cidadão.

A petição foi já assinada por 20 mil pessoas e chegou às mãos do Presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, que irá marcar votação para mudança da lei.

Ao chegar à Assembleia, a iniciativa tem obrigatoriamente de ser discutida e votada no Parlamento.

A primeira petição de Ângela ultrapassou as 100 mil assinaturas.

Numa luta contra o tempo e ainda sem saber se o esperma de Hugo foi destruído, Ângela avançou com um processo criminal e civil contra o Hospital de São João, no Porto, para impedir a sua destruição.

Ângela recebeu já resposta do primeiro-ministro, António Costa, que em resposta escreveu que o caso tinha sido encaminhado para a ministra da Saúde. 

Recorde aqui a história.

Deixe uma resposta

Loading…

0

Capitania do Porto do Funchal emite aviso de agitação marítima forte

Tenista Frederico Silva nos ‘oitavos’ do ‘challenger’ de Bangalore