Ana Bola “alérgica à latosa”: “Tony Carreira não é autor, mas sim “ladrão” de músicas”

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

Ana Bola manifestou-se contra a proposta de Tony Carreira de ajudar as vítimas de incêndios com 20 mil euros para, assim, resolver o caso de plágio de que é acusado. Um depoimento “da série ‘sou alérgica à latosa’”, alerta a atriz.

A intérprete, de 65 anos, utilizou a sua conta pessoal de Facebook, numa publicação partilhada com o público, para se expressar sobre a sugestão do cantor, que na passada segunda-feira foi ouvido por uma juíza do Tribunal de Instrução Criminal, em Lisboa.

“O Tony Carreira ‘roubou’ 11 músicas a autores estrangeiros. Isso equivale a muitos milhares de euros, diria mesmo largas centenas de milhares de euros, em vendas desses discos e dos respetivos concertos em que se tocaram e cantaram essas músicas”, começa por escrever Ana Bola, que refere ainda “os direitos de autor pagos pela SPA [Sociedade Portuguesa de Autores]” e o dinheiro que “pinga” para o autor “cada vez que uma dessas músicas é passada na rádio, ou na televisão, ou em espetáculos” – “justíssimo”, defende a atriz.

“Neste caso pinga para o ‘putativo’ autor, que não é autor, mas sim ‘ladrão’ de músicas.”
Ana Bola

“O ‘surripiador’ agarra em loucos 20 mil euros, da sua fortuna, também feita por conta de outrem, e dá então uma ajudinha para as vítimas dos fogos e não se fala mais nisso. Eu percebi bem?”, questiona. E responde: “É que se percebi, das duas uma, ou agarro no pano encharcado como se não houvesse amanhã, ou a partir de hoje também começo a gamar, porque a trabalhar não me safo”, termina.

Portanto,vamos lá ver se eu percebi.O Tony Carreira "roubou" 11 músicas a autores estrangeiros.Isso equivale a muitos…

Posted by Ana Simões on Tuesday, 28 November 2017

 
Uma opinião em que reflete sobre as declarações aos jornalistas de Tony Carreira que, à saída do tribunal, diz ter sido “proposto um acordo”, que consiste em “dar uma quantia de dinheiro para os incêndios de Pampilhosa da Serra e, à parte disso, um valor para os incêndios de Pedrógão Grande, que estava nos objetivos do próximo ano ajudar”.

Em causa estão verbas equivalentes a 10 mil euros para cada uma das causas, “mas em todo o caso irá para lá disso”, acrescentou Tony Carreira, acusado de 11 crimes de usurpação e outros tantos de contrafação.

Este artigo foi publicado originalmente na N-TV

Qual a sua opinião?