Andrea Bocelli atua em Fátima e reza como peregrino

Detectámos que tem um Ad Block ativo

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o Ad Block (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

O tenor Andrea Bocelli, que este domingo deu um recital na Basílica da Santíssima Trindade, em Fátima, entrou no recinto de oração do Santuário como peregrino, caminhou em silêncio até à Capelinha das Aparições, rezou junto da imagem de Nossa Senhora e percorreu de joelhos a Passadeira das Promessas.

Só depois foi recebido pelo reitor, que lhe ofereceu a medalha comemorativa do centenário das aparições.

Pelas 16h00, duas horas depois de ter chegado ao recinto, Andrea Bocelli cantou e encantou as 10 mil pessoas que preenchiam todos os lugares da Basílica. Das 13 músicas, a penúltima – ‘Avé de Fátima’ – foi cantada pela fadista Ana Moura.

O espetáculo, dedicado à música sacra, foi oferecido ao Santuário de Fátima por um mecenas brasileiro e teve uma hora de duração.

Foi “um momento de ação de graças, de caráter artístico, por aquilo que foram as celebrações do centenário das aparições”, disse o reitor do Santuário de Fátima, padre Carlos Cabecinhas, adiantando que, 101 anos depois das aparições, está consolidada a “internacionalização e expansão mundial” da mensagem de Fátima.

De manhã, na homilia da missa final da peregrinação, o cardeal John Tong, bispo emérito de Hong Kong, pediu aos peregrinos para que através do seu “modo de viver” e “exemplo” façam “com que Cristo seja visível na sociedade”.

O bispo emérito de Hong Kong apontou o exemplo de Nossa Senhora para dizer que Maria ajudará a “levar Cristo ao Mundo e o Mundo a Cristo”, tornando as pessoas abertas e atentas “às necessidades dos outros” e a partilharem “o tesouro e a alegria” da fé.

O recinto de oração começou a encher-se de peregrinos de manhã cedo e quando a missa começou estava repleto, com 300 mil fiéis. No final da missa foi enviada uma “saudação muito afetuosa e gratidão” ao Papa Francisco.

A partir de Roma e usando a rede social Twitter, o Papa Francisco pediu à “Santíssima Virgem de Fátima” para dirigir “olhar sobre nós, sobre nossas famílias, sobre o nosso país, sobre o mundo”.

GNR faz balanço “muito positivo” da peregrinação

A GNR fez um balanço “muito positivo” da peregrinação, registando duas queixas por furto e cinco extravios de carteiras, três furtos de carros e três acidentes rodoviários com danos menores, para além de sete pessoas perdidas, entretanto entregues aos grupos que integravam.

“Houve uma adesão enorme de peregrinos nos dias 12 e 13”, disse o capitão Carlos Canatário, comandante da operação Peregrinação Segura.

Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã

Recomendações

Recomendações

Comente, dê a sua opinião!