Banco CTT chega aos 200 mil clientes

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

Mais de 700 novos clientes por dia escolheram o Banco CTT desde o início deste ano. O Banco CTT conta já com mais de 200 mil clientes, atingindo uma meta ambiciosa pouco mais de um ano após o início da sua oferta ao público em geral.

A oferta simples, transparente e competitiva é a receita por trás deste elevado desempenho.

A proposta de valor do Banco CTT tem-se mostrado igualmente apelativa para todas as faixas etárias, com destaque para a população jovem e em idade ativa, que no seu conjunto representam 86% da base de clientes do banco.

O Banco CTT desde o início pretendeu restaurar a relação de confiança dos clientes com o seu banco, suportando essa relação na oferta, mas também na proximidade da rede de lojas CTT e no lançamento de canais digitais de última geração.

Os resultados estão à vista e, de acordo com as respostas a um inquérito realizado pelo Banco CTT em Junho último, 82% dos clientes Banco CTT manifestam-se muito satisfeitos e recomendam o banco.

De acordo com Francisco de Lacerda, chairman do Banco CTT, “Provámos que era possível criar uma oferta útil, desejada pelas pessoas, e gerar uma relação de confiança como achamos que tem de existir entre clientes e o seu banco.

Os CTT, acionista único do Banco CTT, tem um capital de proximidade de quase 5 séculos, que juntos fazemos questão em honrar”.

Para comemorar a meta dos 200 mil clientes, o Banco CTT inicia esta semana uma campanha publicitária com o seguinte mote: “No Banco CTT começámos a passo, muito rapidamente mudámos para trote e quando demos por nós, já íamos a galope”.

O Banco CTT iniciou a sua oferta ao público em geral a 18 de Março de 2016, possui já uma rede de 203 balcões em lojas CTT de todo o País e disponibiliza uma oferta simples e competitiva com ênfase em zero custos na manutenção de conta, zero euros na anuidade de um cartão de débito e de um cartão de crédito e zero euros nas transferências nacionais nos canais digitais.

Em Abril de 2017, lançou a sua oferta Crédito Habitação e uma nova app especificamente dedicada a este tipo de crédito.

Qual a sua opinião?