in

Beatriz Lebre, a jovem de 23 anos que morreu às mãos do colega de mestrado que a perseguia

Direitos Reservados

Beatriz Lebre tinha 23 anos e era licenciada em Psicologia pelo ISCTE-IUL, terá sido assassinada por um colega que alegadamente pretendia manter uma relação com ela.

A jovem de 23 anos era uma apaixonada por música. O cinema e o teatro faziam parte do seu dia a dia mas o grande sonho desta jovem era voltar ao conservatório para se tornar pianista.

Trabalhava na Disney Store do Colombo desde setembro de 2019 e vivia em Chelas. O percurso escolar começou na Academia Música de Elvas em 2007, onde se manteve até 2015, tendo depois frequentado a escola secundária D. Sancho II onde concluiu um curso científico-humanistico.

Ingressou na Universidade de Évora numa licenciatura de Música-Piano, onde permaneceu entre 2015 e 2016. Estudou depois Psicologia entre 2016 e 2019, tendo concluído essa licenciatura no ISCTE.

Em 2019, entrou no Mestrado de Psicologia Social e das Organizações no ISCTE, em Lisboa. Terá sido assassinada na última sexta-feira e o corpo atirado ao Tejo, estando as autoridades a tentar localiza-lo.

Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã

Deixe uma resposta

Loading…

0
IPCA abre dois novos cursos de mestrado nas áreas da Gestão e Marketing

IPCA abre dois novos cursos de mestrado nas áreas da Gestão e Marketing

Covid-19: Acordo na Liga para limitar a contratação de futebolistas vale “zero” – Jurista