Bebé perde as mãos e as pernas depois de sofrer infecção na garganta não diagnosticada

Uma mulher de Lincolnshire (Reino Unido) revelou como o seu bebé perdeu os quatro membros, depois que ter sofrido uma infecção na garganta que se transformou numa septicemia.

Abigail Wardle, de 23 anos, revelou que começou a ficar preocupada com o seu filho Oliver Aisthorpe, acreditando que ele poderia estar desidratado quando percebeu que a parte de trás da cabeça estava a afundar. No dia seguinte, a 17 de março, os médicos induziram em coma o menino de 11 meses, após descobrirem que ele estava com uma septicemia.

Os médicos informaram a mãe que o filho tinha poucas hipóteses de sobrevivência. A infecção no sangue, causada por uma infecção na garganta não diagnosticada, era tão grave que a perna se soltou quando a mãe pegou nele na cama do hospital.

Dias depois, e menino perdeu todos os quatro membros, que tiveram que ser amputados, mas já voltou para casa e poderá ter suas primeiras próteses numa questão de meses:

“Algumas pessoas podem sentir pena de nós, mas eu sinto-me a mãe mais sortuda do mundo, eu ainda tenho Oliver comigo”, confessou a mãe ao jornal britânico Metro.

“O que passámos foi horrível e eu nunca estive tão assustada na minha vida, mas o Oliver é tão corajoso que eu sabia que tinha que ser também. Eu sou a mãe dele e meu dever é lutar por ele e fazê-lo sentir-se seguro”, diz a mãe.

Abigail foi ao médico em 16 de março, onde lhe foi dito para dar líquidos e paracetamol. No dia seguinte, a condição piorou e a mãe levou o menino de volta ao hospital:

“Ele rapidamente ficou muito pálido e letárgico. Simplesmente não era habitual. Abracei-o e ele gemia como se os ossos doessem”, revelou.

Os médicos descobriram que a septicemia de Oliver provinha de uma infecção na garganta não diagnosticada, da qual ele nunca tinha apresentado sintomas.

Outros conteúdos na web

Comente, qual a sua opinião?
A carregar...

Recomendados

Recomendados