Blogger perde bebé às 40 semanas de gravidez…o vídeo é arrepiante

«Não há nada pior no mundo que isto.» É desta forma que Joana de Vivre descreve o pesadelo que está a passar. Aos 25 anos, a blogger perdeu o bebé às 40 semanas de gravidez de forma inesperada e publicou um vídeo emocionante nas redes sociais, que está a comover milhares de pessoas.

De voz trémula e lavada em lágrimas, Joana de Vivre decidiu partilhar com os seus mais de 58 mil seguidores do Instagram o que aconteceu. A ausência permanente de publicações deixaram os fãs em alerta e foi num vídeo que a jovem revelou o que se tinha passado.

Tudo parecia estar bem com o pequeno Gabriel. O dia do nascimento estava prestes a chegar. Na ecografia e no CTG das 40 semanas estava tudo certo e Joana foi encaminhada para casa.

Durante a gravidez, Joana descrevia o pequeno Gabriel como «muito ativo e mexido», daí estranhar o facto de deixar de o sentir na manhã seguinte. Preocupada, a jovem ligou para a médica que a encaminhou de imediato para o hospital. Já na unidade hospitalar, na ecografia percebeu-se a ausência dos batimentos cardíacos. Joana e o namorado não queriam acreditar. Ficaram em choque. «A partir daí começou o pior fim de semana da minha vida», diz em lágrimas. «A probabilidade de algo acontecer era quase nula. Segundo a médica, só depois do parto se iria perceber o que tinha acontecido.»

«Depois do parto fez-se a autópsia…»

O parto foi induzido e correu «muito bem» de forma natural. «Tudo aquilo teria sido incrível, se eu não soubesse o desfecho… O parto foi incrível. Puseram o bebé no meu colo… eu pedi para porem, precisava de o ver. Nunca tinha visto um bebé tão bonito, era perfeito, perfeito! Pude estar um bocadinho com ele, mas queria ter estado mais. Mas não estava lúcida com tanta droga no meu corpo. Não estava totalmente ali. Mas consegui vê-lo, dar-lhe beijinhos… e depois levaram-no», recorda completamente desfeita. «Ainda estou a processar tudo, só passou uma semana… Depois do parto fez-se a autópsia e descobriu-se que o problema foi um nó no cordão umbilical. Era perfeito!» 

Publicado originalmente em: Nova Gente

Outros conteúdos na web

Comente, qual a sua opinião?
A carregar...

Recomendados

Recomendados