Caçador abate cachorro de 4 meses porque “ladrava alto demais”

Os policias que ouviram um caçador de 22 anos, suspeito de ter matado um cachorro de quatro meses de idade com dois tiros de espingarda, não entendem as explicações do homem para este gesto.

Segundo o diário regional  Le Dauphine, “Kinder”, um pequeno border collie de 4 meses, foi morto à queima-roupa com dois tiros no dia 26 de agosto em Saint-Agrève, França.

O cão teve a infelicidade de atravessar a rua onde estava o caçador. O jovem de 22 anos terá ido a casa buscar a espingarda para matar o cão, que terá sido morto porque “poderia atrapalhar a caçada” que estaria prestes a começar.

Foi o dono de “Kinder”, um agricultor aposentado de 66 anos, que ouviu os tiros e conseguiu interceptar o suposto autor, bloqueando o carro com o seu trator até a chegada das autoridades.

O jovem caçador será julgado a 14 de fevereiro por “ato de crueldade contra um animal doméstico”. Enquanto aguarda julgamento, apesar de a sua espingarda ter sido apreendida, o caçador mantém o direito de usar armas.

Recomendados

Recomendados

Comente, qual a sua opinião?
A carregar...

Outros conteúdos na web