PUB

Caçador de rinocerontes morto por elefante e comido por leões após entrar ilegalmente em parque natural

0 2.489

Um caçador de rinocerantes que se aventurou no Parque Nacional Kruger, na África do Sul, acabou morto por um elefante. O homem, que estava com quatro cúmplices, foi pisado pelo animal tendo tido morte imediata.

PUB

Mais tarde, os seus restos mortais foram comidos por leões. Apenas o crânio e um par de calças sobraram do caçador furtivo.

As autoridades foram alertadas pela família, mas já nada puderam fazer. A identidade do homem não foi divulgada pelas autoridades locais.

“Entrar no Parque Nacional Kruger ilegalmente e a pé não é (uma decisão) inteligente”, alegou a direção do parque. “Há muitos perigos e este incidente é prova disso”, conclui.

Glenn Phillips, administrador do parque natural, enviou as condolências à família: “É muito triste ver as filhas da vítima a chorar a morte do pai e, pior que tudo, só conseguirem recuperar tão pouco dos seus restos mortais”.

A caça furtiva é ilegal no Parque Nacional Kruger. Os caçadores matam rinocerontes para vender os seus chifres em países asiáticos, onde se acredita que tenham propriedades medicinais.

Em 2014, dezenas de animais foram retirados do parque para tentar evitar as mortes por caça furtiva.
No sábado, as autoridades aeroportuárias de Hong Kong, na China, apreenderam o maior chifre de rinoceronte dos últimos cinco anos, segundo avança a BBC.

Publicado originalmente em: Correio da Manhã

Outros conteúdos na web

Comente, qual a sua opinião?
A carregar...

Artigos recomendados

Artigos recomendados