Cadela abandonada no aeroporto morre de “coração partido”

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

Uma cadela morreu no aeroporto de Bucaramanga, na Colômbia, depois de ter sido abandonada há mais de um mês pelo dono naquele local.

Segundo os veterinários, o animal recusava-se a comer depois de ficar “com o coração partido”.

‘Nuvem Viajante’, como chamaram os seguranças do aeroporto à cadela, mostrava-se profundamente deprimida.

Primeiro comia pouco e depois deixou mesmo de comer. Passava os dias a farejar os corredores. “Ela nunca deixou de esperar que a viessem buscar mas, apesar dos apelos que fizemos, nunca apareceu ninguém.

Estava sempre à procura do dono que a abandonou pelo aeroporto”, conta um funcionário do aeroporto.

Eventualmente, com a saúde muito debilitada, ‘Nuvem Viajante’ acabou por morrer. “Tudo indica que foi um passageiros que a deixou aqui.

Ela estava sempre à procura de alguém que nunca apareceu, estava sempre à escuta. Esse estado de alerta permanente, associado ao facto de ter deixado de comer, foi-lhe deteriorando a saúde ao ponto de morrer.

Cadela abandonada no aeroporto morre de "coração partido"

Pode mesmo dizer-se que morreu de coração partido”, explica o veterinário Alejandro Sotomonte Nino, da Fundação Protetora dos Animais da Colômbia.

Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã

Qual a sua opinião?