PUB
Categories: Mundo
| Em
13/11/2019 09:45

Cadela deteta doença rara e salva vida a jovem

Uma jovem australiana não tem dúvidas que a sua cadela pitbull lhe salvou a vida.

PUB

Shauna Darcy decidiu adotar a cadela para lidar melhor com a ansiedade e a depressão. Mas Ruby revelou-se afinal muito mais importante e salvou-a de uma condição muito mais grave.

A cadela conseguia perceber quando é que a dona tinha uma frequência cardíaca fora do normal. Dava-lhe a para e pedia a sua atenção, num gesto que servia para tranquilizar a jovem Shauna.

Numa ida ao médico, a mulher descobriu que sofria de uma condição rara: Síndrome de Ehlers-Danlos, do tipo IV, uma doença caracterizada por afetar os vasos sanguíneos no corpo, incluindo o coração, e fragilizar órgãos ricos em colagénio como as artérias, veias, intestino, pulmões, pele, fígado e baço.

A cadela teve então um papel fundamental, ao ajudar a monitorizar a sua frequência cardíaca e tensão.

Ruby transporta ainda medicação de emergência e ajuda a dona a carregar as compras e a apanhar objetos do chão.

“Quando eu desmaio, ela fica em cima de mim e aplica toda a pressão em mim e lambe minhas mãos e rosto até eu voltar”, afirma a mulher.

PUB
Partilhar
Redação

O Informa+ é uma publicação periódica online portuguesa que se dedica à divulgação e partilha na internet de notícias, informações importantes e ainda ferramentas úteis para o seu dia-a-dia.

Mais informação sobre: AnimalCadelaDoençaHospital
PUB
Comente. Dê a sua opinião!
PUB