Carlos Areia: “Vivo com 342 euros por mês…”

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

O próximo convidado do “Alta Definição” da SIC, a emitir no sábado, dia 25, é Carlos Areia. A Daniel Oliveira, o ator fala do “momento absolutamente dramático por que passa”.

“Vivo com 342 euros por mês… [É] O Complemento Solidário para Idosos”, diz Carlos Areia no excerto da entrevista partilhada por Daniel Oliveira nas redes sociais. “Sorte a minha ter uma família que me apoia”, frisa.

O ator conta que foi “obrigado a abdicar de algumas refeições”. “Eu podia pintar aqui um cenário muito bonito, mas esta é uma realidade e eu vou esconder o quê? Estou aqui para que as pessoas saibam, para que me conheçam, e vou esconder?”, explica.

Desde 2015, quando integrou o elenco da novela da TVI “Jardins Proibidos”, que o ator, de 73 anos, não integra o elenco fixo de uma produção televisiva, tendo participado apenas em um capítulo das séries “A Casa É Minha” e “Mata Hari”, no ano passado.

No início de novembro, a propósito dos seus 50 anos de carreira, esteve em palco com “Quero Ir Pra Ilha”, espetáculo único que contou ainda com Patrícia Candoso, Rosa Bela, Paulo Patricio e Ana Ferreira.

A sua filha, Cristina Areia, também atriz, mudou-se para Inglaterra em busca de uma melhor oportunidade de vida. Deixou a interpretação e é “auxiliar de enfermagem num hospital privado”.

A conversa vai para o ar no próximo sábado e Daniel Oliveira já a definiu como uma das “mais intensas e estarrecedoras de sempre” do “Alta Definição”.

Este artigo foi publicado originalmente no Jornal de Notícias

Qual a sua opinião?