Casal cozinha filho de quatro meses no microondas

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

Derick e Mikala Boyce-Slezak, ambos de 22 anos, naturais de Park Hills, no estado norte-americano do Missouri, estão acusados de maltratar o filho bebé, de apenas quatro meses.

O casal é suspeito de várias agressões e de maus-tratos ao menino, que incluem atirar a criança ao chão e cozinhá-la no microondas.

As autoridades abrira uma investigação depois de receberem uma queixa dos médicos que acompanharam o bebé.

Os pais apareceram no hospital com a criança, que apresentava queimaduras de segundo grau em todo o corpo.

Foram ainda detetadas várias fraturas no crânio do menino e lesões no cérebro.

Questionados pelos médicos sobre as lesões do filho,Derick e Mikala disseram que achavam que tudo não passava de uma reação alérgica a um produto de limpeza.

O menino foi internado de urgência no Cardinal-Glennon Hospital, em abril deste ano.

Após a abertura da investigação, as autoridades falar com o funcionários dos Serviços Sociais que acompanhava a família.

Mikala acabou por confessar que o marido tinha deixado cair a criança de cabeça quando tentava imitar um anúncio de televisão.

Segundo a mulher, também terá sido o pai do bebé a colocá-lo no microondas e a ligar o aparelho.

Mikala disse não saber quanto tempo a criança esteve dentro do microondas mas, segundo os médico, o menino esteve ainda alguns segundos dentro do aparelho.

A mulher é considerada cúmplice do crime.

Os dois estão detidos a aguardar julgamento, sob uma fiança de cerca de 450 mil euros.

Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã

Qual a sua opinião?