Caso Neymar: Modelo que acusou jogador de violação pode ser condenada

Najila Trindade, a modelo que acusou Neymar de violação foi indiciada por denúncia caluniosa e extorsão e pode vir a ser condenada.

A informação foi avançada pela polícia de São Paulo esta terça-feira.

A modelo brasileira acusou o jogador de a ter obrigado a manter relações sexuais no dia 15 de Maio, num hotel de Paris.

O caso acabou por ser arquivado por falta de provas.

Neymar escapa à acusação
Vídeos da alegada violação, relatórios médios e mensagens trocadas vieram a público, mas a responsável pela investigação concluiu que não existem elementos de prova suficientes para acusar formalmente o jogador.

O brasileiro não será acusado de violação, segundo anunciou a Polícia Civil de São Paulo.

De acordo com fontes policiais, a comissária Juliana Lopes Bussacos concluiu no seu relatório não existirem elementos de prova suficientes para acusar formalmente Neymar dos crimes de violação e agressão.

A responsável detetou contradições de Najila Trindade e nunca chegou a receber os vídeos da alegada violação e o relatório da médica da modelo, que tinha solicitado.

Notícias avançadas deram conta que depois de apresentar a queixa contra o jogador do PSG, a modelo foi encaminhada pelas autoridades para a realização de um exame de corpo de delito, que não revelou a existência de quaisquer lesões nos genitais. A única lesão visível seria num dedo de uma mão.

Recomendados

Recomendados

Comente, qual a sua opinião?
A carregar...

Outros conteúdos na web