Cerca de 300 alunos manifestam-se em Lisboa por melhores condições nas escolas

Lisboa, 20 mar (Lusa) – Cerca de três centenas de alunos do ensino secundário estão a manifestar-se hoje nas ruas de Lisboa, em direção à residência oficial do primeiro-ministro, António Costa, a quem vão pedir melhores condições de ensino e obras nas escolas.

PUB

Alunos de várias escolas da cidade de Lisboa concentraram-se cerca das 10:30 na rotunda do Marquês de Pombal, tendo descido a avenida da Liberdade e passado pelo Largo Camões, rumo ao parlamento, gritando palavras de ordem para exigir que o Governo avance com “as promessas feitas”.

“Queremos que as obras nas escolas comecem já. O Ministério (da Educação) prometeu, mas não cumpriu, as escolas estão degradadas, estamos fartos de promessas”, disse à agência Lusa, Laura Teodoro, 19 anos, aluna da Escola Secundária de Camões, de onde partiu a iniciativa de hoje de os estudantes saírem à rua em protesto.

Simão Bento, presidente da Associação de Estudantes do Liceu Camões e um dos alunos que hoje lidera a manifestação, resumiu à Lusa as principais razões do protesto: menos alunos por turma, fim dos exames nacionais e mais funcionários nas escolas, que garantam melhores serviços no bar, papelaria e cantina.

Os estudantes vão deixar na residência do primeiro-ministro um apelo por “uma escola pública gratuita e de qualidade”, que foi assinado por alunos de escolas de norte a sul do país, que não conseguiram estar hoje presentes na manifestação, mas apoiam a causa, segundo explicou Simão Bento.

Recomendados

Recomendados

Comente, qual a sua opinião?
A carregar...

Outros conteúdos na web