Obrigado por visitar o Informa+

Utilizamos cookies para melhorar a experiência do utilizador, fornecer funcionalidades de redes sociais, personalizar conteúdos, anúncios e analisar o tráfego no site. Consente? Pode alterar as suas definições de cookies em qualquer altura.

PUB
Categories: Portugal
| Em
04/02/2020 13:59

Cláudia Simões deu entrada no Amadora Sintra como caso “muito urgente”

Cláudia Simões, a mulher que foi detida na Amadora e que acusa um agente da PSP de a ter agredido, deu entrada nas urgências do Hospital Amadora-Sintra como um caso “muito urgente”.

PUB

A mulher foi transportada pelos bombeiros para o hospital depois do agente ter ligado para os serviços de urgência. Cláudia deu entrada no hospital às 22h18, do dia 19 de janeiro. Por volta das 22h39 foi observada por uma médica.

Segundo avança a TVI24, a médica que a consultou descreveu as lesões no relatório como sendo produzidas com alguma intensidade compatível com uma situação de agressão.

Cláudia apresentava um trauma na face, com edema, hematoma e múltiplas feridas, dores na boca, nos membros, na região lombar e abdominal.

Recorde-se que o ministro da Administração Interna ordenou a abertura de um inquérito sobre a atuação policial na detenção.

Cláudia foi ouvida pelo Ministério Público ficando com termo de identidade e residência.

PUB
Receba notícias de última hora e informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar gosto ➜  
Partilhar
Mais informação sobre: AgressõesCláudia SimõesPolémicaPSP
PUB
Comente. Dê a sua opinião
PUB