Colocam vasos com flores à entrada de prédio para afastar sem-abrigo

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

Os proprietários das lojas de um prédio na Praça da República, no Porto, decidiram colocar vasos com flores à entrada do edifício para afastar os sem-abrigo que passavam ali a noite. O caso foi denunciado pela associação Casa-Porto na página de Facebook.

“Junto à Praça da República no Porto, havia um local que era frequentemente utilizado por pessoas na situação de sem abrigo para pernoitarem. Este local é amplo e abrigado, assim como está numa rua de bastante movimento noturno.

Trata-se de um local seguro e abrigado para as pessoas dormirem. Recentemente estas pessoas foram expulsas deste local, e em sua vez foram colocados estes canteiros e vasos.

O CASA-Porto não entende esta falta de humanidade e desinteresse pelo bem estar e segurança das pessoas”, pode ler-se.

A associação liderada por Pedro Pedrosa, diz que é “urgente que sejam tomadas medidas” e que “a dignidade humana tem de ser a prioridade”.

A organização, que acompanha há oito anos as pessoas carenciadas na cidade, compara ainda esta situação com a polémica colocação de ‘pins’ nos prédios em Londres, que acabaram por ser retirados.

“Há alguns meses o mundo ficou revoltado com os ‘pins’ colocados em diversos edifícios em Londres para que as pessoas não possam dormir nesses locais. Esta situação em nada é diferente, a intenção é a mesma”.

Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã

Recomendado pelo Informa+

Qual a sua opinião?