in

Comunidade portuguesa em França “triste” com “morte trágica” de portuguesa

Direitos Reservados

O presidente da associação União Luso Francesa Europeia (ULFE) mostrou-se hoje chocado com a morte de Glória Lourenço, uma emigrante portuguesa de Dijon, França, que terá sido assassinada pelo namorado.

“A comunidade está triste porque a maioria conhecia-a. Ela nasceu aqui, o pai dela está aqui desde os anos 70. A comunidade portuguesa está sentida desta morte trágica, que foi uma grande surpresa para todos que a conhecíamos”, afirmou à Lusa António Costa, presidente da ULFE.

O pai da vítima, que vivia em Beire-le-Châtel, perto de Dijon, é dirigente da ULFE, acrescentou o presidente da organização.

Glória Lourenço, 46 anos, morreu na sexta-feira depois de ter sido apunhalada várias vezes pelo namorado francês que se suicidou em seguida, atirando-se de um viaduto na região de Dijon. Esta lusodescendente nasceu em França e era conselheira de inserção profissional.

“Ela era uma rapariga muito dada, muito conversadora, uma boa rapariga e muito alegre”, lembrou António Costa, falando da amiga.

O namorado de Glória Lourenço era divorciado e tinha queixas de violência apresentadas pela ex-mulher, tendo chegado mesmo a ser condenado ao pagamento de multas num dos processos.

“Nós não sabíamos, mas ele já tinha processos com a ex-mulher. E de outras coisas. E só agora vimos que ele já tinha complicações na vida”, explicou António Costa que chegou a ver o companheiro da lusodescendente em algumas ocasiões.

O alerta da morte de Glória Lourenço foi dado às autoridades pela ex-mulher do companheiro, já que este a procurou para admitir o crime, dizendo que pretendia tirar a própria vida.

Glória Lourenço tinha um filho de 10 anos de uma precedente relação. “O menino tem o pai, os avós e tem-nos a nós todos para o que for preciso”, garantiu António Costa.

Segundo o procurador da República local, Éric Mathais, apesar do passado de violência doméstica do companheiro, não existia “queixa, investigação ou qualquer processo” dessa natureza na relação com Glória Lourenço, segundo o jornal local “Le Bien Public”.

Deixe uma resposta

Loading…

0

Criança morta em Peniche poderia ter sobrevivido se socorrida

Padre anuncia em plena missa que está apaixonado por uma mulher e que vai deixar o sacerdócio

Sugestões para ti