in

Contribuições para fundos de pensões aumentaram 40% para 669,9 ME no 1.º semestre

Lisboa, 25 ago 2020 (Lusa) – As contribuições para os fundos de pensões aumentaram 40,2% para 669,9 milhões de euros no primeiro semestre deste ano, face ao período homólogo, divulgou hoje a Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF).

Já os benefícios pagos registaram um crescimento de 3,2%, em termos homólogos, para 388,9 milhões de euros.

O número de fundos de pensões passou de 232 em dezembro passado para 233 em junho, após terem sido extintos dois fundos de pensões fechados e constituídos três novos fundos de pensões PPR.

Os montantes geridos pelos fundos de pensões caíram 0,6% em relação ao final de 2019, totalizando cerca de 21,7 mil milhões de euros.

“Esta evolução resultou da diminuição de 1,3% nos fundos de pensões fechados. Tendo em consideração as contribuições entregues aos fundos e as respetivas pensões pagas, a rentabilidade dos fundos de pensões, face ao final do ano de 2019, foi de -1,9%”, lê-se no relatório hoje divulgado pela ASF.

Em junho de 2020, as carteiras de investimento dos fundos de pensões eram constituídas sobretudo por títulos de dívida (51%), seguindo-se fundos de investimento (33%), imóveis (8%), depósitos bancários (4%) e ações (4%).

Deixe uma resposta

Loading…

0

Covid-19: Lar em Santarém com 24 utentes e seis funcionários infetados

Filme de animação de Alexandra Ramires integrado na competição do festival de Toronto