in

Covid-19: Alunos do ensino secundário na Madeira vão ter aulas através do canal regional da RTP

Funchal, Madeira, 13 abr 2020 (Lusa) – Os alunos do ensino básico na Madeira vão retomar as aulas através da RTP/Memória em 20 de abril, no quadro de decisão nacional, enquanto os conteúdos do secundário serão veiculados através da RTP/Madeira, indicou hoje o executivo regional.

“O Governo Regional vai proceder à emissão de conteúdos pedagógicos através da RTP/Madeira e manterá junto das escolas um plano de ensino à distância, com o objetivo de preparar os alunos da região autónoma para os exames nacionais a realizar em julho do corrente ano”, afirmou o chefe do executivo, Miguel Albuquerque.

O governante falava em videoconferência, após reunião extraordinária do Conselho do Governo, no Funchal, na qual foram comunicadas novas medidas no âmbito da contenção da pandemia de covid-19.

Albuquerque, que lidera o executivo de coligação PSD/CDS-PP, esclareceu que as atividades letivas vão decorrer à distância enquanto não estiverem criadas as “condições de segurança” para professores, alunos e funcionários regressarem às escolas e às aulas presenciais.

Tanto no ensino básico como no secundário, as atividades via RTP/Memória e RTP/Madeira têm início no dia 20 de abril.

Ao nível dos cursos profissionais e cursos de educação e formação, o governante indicou que será mantido o ensino à distância nas disciplinas teóricas através de diferentes plataformas.

“Quanto à componente de formação/estágio em contexto de trabalho, temos de aguardar a reabertura progressiva das empresas e da atividade económica”, afirmou, remetendo para o próximo sábado, 18 de abril, o anúncio sobre uma eventual retoma dos setores empresariais.

Miguel Albuquerque referiu, também, que os alunos com necessidades educativas especiais vão continuar a ser apoiados pelos técnicos à distância.

O governante sublinhou ainda que existem condições no arquipélago para desenvolver o ensino à distância, uma vez que o executivo realizou um inquérito e concluiu que “são poucas as famílias que não têm computador ou cobertura da ‘internet'”.

“Nos exames de 11.º e 12.º anos serão asseguradas as condições para que todos os alunos tenham acesso quer ao computador, quer à internet”, reforçou.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já provocou mais de 114 mil mortos e infetou mais de 1,8 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registam-se 535 mortos, mais 31 do que no domingo (+6,2%), e 16.934 casos de infeção confirmados, o que representa um aumento de 349 (+2,1%).

Deixe uma resposta

Loading…

0

Covid-19: Madeira novamente sem casos positivos

Covid-19: MAI anuncia 126 detenções no segundo período do estado de emergência