in

Covid-19: Cidadãos dispensados de usar máscaras se houver indicação médica

Os cidadãos estão dispensados da obrigatoriedade de utilização de máscaras ou viseiras se houver uma declaração médica que ateste a impossibilidade de usar estes equipamentos de proteção individual, anunciou hoje o Governo.

De acordo com o comunicado do Conselho de Ministros divulgado hoje, “a obrigatoriedade do uso de máscara ou viseira apenas é aplicável aos cidadãos com idade superior a 10 anos e pode ser dispensada com base em declaração médica que ateste que a condição clínica da pessoa não se coaduna com o uso” destes equipamentos de proteção individual.

O executivo aprovou hoje várias medidas que vão entrar em vigor na segunda-feira, 01 de junho.

Entre as medidas anunciadas estão a reabertura dos centros comerciais (com exceção da Área Metropolitana de Lisboa, que vão permanecer encerrados até, pelo menos, quinta-feira), dos ginásios, dos ATL ou das salas de espetáculos.

Em Portugal, a pandemia provocou a morte a pelo menos 1.383 pessoas e estão contabilizados 31.946 contágios, de acordo com o boletim epidemiológico diário divulgado hoje pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

O número de pessoas hospitalizadas aumentou para 529, das quais 66 se encontram em unidades de cuidados intensivos.

O número de doentes recuperados é de 18.911.

Portugal está desde 03 de maio em situação de calamidade por causa da pandemia, depois de três períodos consecutivos de estado de emergência, desde 19 de março.

Deixe uma resposta

Loading…

0

“A Europa não investe o suficiente em conhecimento” – ministro da Ciência

Covid-19: DGS recomenda exercício físico com distância mínima de três metros