in

Covid-19: DGS confirma surto na zona do Carregado com 42 casos confirmados

Lisboa, 13 jul 2020 (Lusa) — A diretora-geral da Saúde confirmou hoje que foram detetados 42 casos de infeção pelo novo coronavírus na zona do Carregado, adiantando que as autoridades locais estão a trabalhar para conter o surto.

Além dos 42 casos confirmados, já foram testadas 170 pessoas, que estão a aguardar resultado.

No domingo, a SIC noticiou que tinham sido identificados 14 casos de infeção entre os trabalhadores da empresa de cerâmica Geberit, no Carregado, concelho de Alenquer (distrito de Lisboa).

Os números foram hoje atualizados pela diretora-geral da Saúde durante a habitual conferência de imprensa sobre a pandemia da covid-19 em Portugal.

Graça Freitas adiantou que a situação está a ser acompanhada pelas autoridades de saúde locais, que estão a trabalhar para identificar a origem do surto e traçar a cadeia de transmissão.

“Está a ser feita a intervenção que costuma ser feita, entre as autoridades e forças locais, para tentar perceber este surto, contê-lo na sua origem e também procurar contactos próximos destas pessoas que podem estar espalhados por varias regiões da Grande Lisboa”, explicou.

Durante a conferência de imprensa, a diretora-geral fez também um ponto de situação dos surtos no Hospital de São José, em Lisboa, onde foi identificado na semana passada, e no Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa.

No caso do São José, Graça Freitas adiantou que dos 36 pacientes que estavam internados no serviço de Cirurgia, sete testaram positivo para a covid-19 e foram transferidos para o Hospital Curry Cabral, em Lisboa, e os restantes estão isolados na enfermaria do serviço.

Entre os 130 profissionais, foram confirmados 10 casos de infeção que estão a recuperar em casa.

No IPO de Lisboa, o surto que dura desde, pelo menos, 17 de junho, mantém-se ativo, mas a situação está controlada e a unidade de saúde continua a testar todos os utentes e profissionais.

“A situação está completamente estabilizada. O surto ainda não foi dado como terminado porque ainda não se passaram os dias suficientes para isso”, explicou a diretora-geral, acrescentando que a política de testes do instituto permitiu testar 238 pessoas, 121 das quais infetadas com o novo coronavírus.

Portugal regista hoje mais duas mortes e 306 novos casos de infeção por covid-19 em relação a domingo, 254 dos quais na Região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS).

De acordo com o boletim, desde o início da pandemia até hoje registam-se 46.818 casos de infeção confirmados e 1.662 mortes.

Em termos percentuais, nas últimas 24 horas o aumento de óbitos foi de 0,1% (passou de 1.660 para 1.662) e o de casos confirmados 0,7% (de 46.512 para 46.818).

 

Deixe uma resposta

Loading…

0

Covid-19: Governo melhora recolha de dados sobre a doença para “reduzir erros”

Covid-19: Oito em cada dez profissionais de saúde infectados recuperaram