in

Covid-19: Está aí o festival Corona, para filmes feitos em tempo de pandemia

Redação, 14 abr 2020 (Lusa) — O primeiro festival de curtas-metragens criado em tempo de isolamento social, por causa da covid-19, vai acontecer em maio, gratuito e ‘online’, por iniciativa de um grupo de profissionais alemães de cinema.

O festival chama-se Corona Short Film Festival e, até ao dia 25, aceita a submissão de curtas-metragens com o máximo de cinco minutos de duração, feitas por realizadores ou apenas “entusiastas de cinema” que estejam a cumprir o confinamento social exigido em vários países para conter a pandemia daquela doença.

Na página oficial, em coronashortfilmfestival.com, o evento competitivo é apresentado como “o primeiro, e espera-se último, festival internacional pandémico de curta-metragem”, um desafio à criatividade para a criação de obras cinematográficas que sejam uma reação à situação causada pelo novo coronavírus.

A organização só aceita filmes que sejam feitos em isolamento, inéditos, sem terem tido qualquer exibição em redes sociais ou outras plataformas.

Segundo a organização, os filmes selecionados serão exibidos em ‘streaming’ a partir de maio, de forma gratuita, e haverá prémios monetários, entre 1.500 euros e 500 euros, a atribuir por um júri e pelo público em votação online.

Os filmes premiados terão futura distribuição e vendas internacionais, numa parceria da organização com o festival Interfilm Berlin.

Apesar de sublinhar que o festival não tem fins lucrativos, a organização do Corona Short Film Festival sugere donativos dos participantes para a organização Médicos Sem Fronteiras.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já provocou mais de 120 mil mortos e infetou mais de 1,9 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Dos casos de infeção, cerca de 402 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Os Estados Unidos são o país que regista o maior número de mortes, contabilizando 23.649 até hoje, e aquele que tem mais infetados, com 582 mil casos confirmados.

O continente europeu, com mais de 973 mil infetados e mais de 81 mil mortos, é o que regista o maior número de casos, e a Itália é o segundo país do mundo com mais vítimas mortais, contando 20.465 óbitos e mais de 159 mil casos confirmados.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registam-se 567 mortos e 17.448 casos de infeção confirmados.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde de 19 de março e até ao final do dia 17 de abril.

 

Deixe uma resposta

Loading…

0

Covid-19: Detidas 87 pessoas durante a operação “Páscoa em casa”, 15 estavam infetadas

Covid-19: Mais de 8000 idosos contactados por telefone pela GNR na Páscoa