in

Covid-19: Extinta “a última e maior cadeia de transmissão local” nos Açores

Ponta Delgada, Açores, 03 jun 2020 (Lusa) — Os Açores tiveram, nas últimas 24 horas, uma recuperação de infeção por SARS-CoV-2, de um doente do Nordeste, em São Miguel, ficando “extinta a última e maior cadeia de transmissão local registada na região”.

No seu comunicado diário, a Autoridade de Saúde Regional informa que “as 296 análises realizadas nos dois laboratórios de referência da região nas últimas 24 horas não revelaram novos casos positivos de covid-19” e há ainda a registar “uma recuperação de infeção por SARS-CoV-2”, que corresponde a uma mulher com 45 anos, residente na ilha de São Miguel, profissional no lar de idosos do Nordeste.

“Com o caso de recuperação registado, o concelho do Nordeste fica sem casos positivos ativos e é extinta a última e maior cadeia de transmissão local registada na Região Autónoma dos Açores”, refere a Autoridade de Saúde açoriana.

Este é o 16.º dia seguido no arquipélago sem novos casos de covid-19, havendo apenas um caso positivo ativo, de uma pessoa residente em São Miguel.

Até ao momento, foram detetados na região um total de 146 casos de infeção, verificando-se 129 recuperados e 16 óbitos.

A Autoridade de Saúde dos Açores reitera que “as medidas de prevenção e contenção da pandemia devem ser mantidas e reforçadas, sempre que possível, por cidadãos e organizações públicas, privadas e do setor social”.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 377 mil mortos e infetou mais de 6,3 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Em Portugal, morreram 1.436 pessoas das 32.895 confirmadas como infetadas e há 19.869 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

APE // ROC

Deixe uma resposta

Loading…

0

Covid-19: Mapa de sintomas do Facebook passa a incluir Portugal e outros países

Covid-19: Orquestra Metropolitana de Lisboa regressa este mês aos palcos