in

Covid-19: Governo prevê aumentar para 450 número diário de testes nas prisões

Lisboa, 13 mai 2020 (Lusa) – O secretário de Estado da Saúde revelou hoje que estão a ser feitos por dia 250 testes de diagnóstico à covid-19 nos estabelecimentos prisionais em Portugal e o Governo prevê aumentar a capacidade para 450.

“Neste momento, já estão a ser feitos 250 testes por dia nos estabelecimentos prisionais, estando previsto, através do INIAV [Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária], aumentar essa capacidade para 450 testes por dia”, afirmou António Lacerda Sales.

O secretário de Estado falava no Ministério da Saúde, em Lisboa, na conferência de imprensa diária de atualização de informação sobre a pandemia de covid-19 em Portugal.

António Lacerda Sales voltou a frisar que Portugal está “entre os países que mais testes de diagnóstico fazem à covid-19”, como “reconheceu” a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).

Segundo o secretário de Estado, desde 01 março, já foram realizados mais de 566 mil testes de diagnóstico de covid-19 em Portugal, e, entre os dias 01 e 11 deste mês, “a média foi de mais de 12.600 testes por dia”.

Segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia divulgado hoje, Portugal contabiliza 1.175 mortos associados à covid-19 em 28.132 casos confirmados de infeção.

Relativamente ao dia anterior, há mais 12 mortos (+1,%) e mais 219 casos de infeção (+0,8%).

Das pessoas infetadas, 692 estão hospitalizadas, das quais 103 em unidades de cuidados intensivos, e o número de casos recuperados é de 3.182.

“Continuamos a dar pequenos passos todos os dias para o regresso da normalização social possível”, disse António Lacerda Sales, referindo que “casos como o da dona Lurdes, de 96 anos, que regressou a casa curada após três semanas de internamento no Hospital Pedro Hispano, continuam, de facto, a ser sinais de esperança para todos nós”.

Deixe uma resposta

Loading…

0

Covid-19: Mosteiro da Batalha preparado para reabertura “sem alterações muito significativas”

Concurso da DGArtes de apoio a projetos abre este mês com 2,8 ME – ministério