in

Covid-19: Hotelaria prevê perda de receitas turísticas entre 500 e 800 ME em 4 meses

Lisboa, 12 mar 2020 (Lusa) – A Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) prevê perdas de receitas turísticas entre os 500 e 800 milhões de euros, entre 01 de março e 30 de junho de 2020, de acordo com um inquérito aos seus associados, hoje apresentado.

As previsões apresentadas pela AHP, em conferência de imprensa, num hotel em Lisboa, resultam de um inquérito que fez junto dos seus associados, entre os dias 03 e 09 de março, cujos dados são atualizados diariamente, para saber qual o impacto que o Covid-19 está a ter na hotelaria nacional.

Num cenário mais positivo, com perdas de 30% das receitas internacionais na hotelaria, as perdas estimadas, entre 01 de março e 30 de junho, são de 500 milhões de euros.

Já num cenário de queda de 50% nas receitas internacionais, as perdas poderão ser de 800 milhões de euros, no mesmo período.

A AHP ressalvou que os números podem agravar-se, uma vez que os cálculos foram feitos com base em respostas obtidas junto dos associados entre os dias 03 e 09 de março, antes, por exemplo, do anúncio do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter suspendido as viagens da Europa para aquele território.

Sugestões para ti