in

Covid-19: Maio pode ser “mês de transição” para “retoma progressiva da vida social e económica” — PR

Lisboa, 15 abr 2020 (Lusa) – O Presidente da República considerou hoje que, se a contenção da propagação da covid-19 em abril correr como esperado, maio pode ser um “mês de transição” para uma “retoma progressiva da vida social e económica”.

Em declarações aos jornalistas no final de mais uma sessão técnica sobre a evolução da situação epidemiológica da covid-19 em Portugal, no Infarmed, em Lisboa, Marcelo Rebelo de Sousa confirmou que “tudo se encaminha” para uma renovação do estado de emergência no final desta semana.

Segundo o Presidente da República, os dados registados até esta fase do mês de abril permitem “olhar para maio” como “um mês já diferente, que é um mês já de transição progressiva”.

“Se abril correr até ao fim como esperamos, então em maio os portugueses vão começar a habituar-se à ideia de conviverem socialmente com a realidade de um vírus que foi vencido naquilo que representava de um risco grave, ou, mesmo no início, gravíssimo, para a sociedade portuguesa, e passa a ser um dado da vida do dia a dia”, afirmou o chefe de Estado.

Marcelo Rebelo de Sousa acrescentou que, “naturalmente, é uma transição que, em Portugal, como noutros países europeus, terá de ser feita com precaução, com as mesmas atitudes que os portugueses têm tido, de seriedade, de proteção sanitária, de distanciamento no convívio com os outros, mas com uma retoma progressiva da vida social e económica”.

Deixe uma resposta

Loading…

0

Covid-19: Detidas 32 pessoas por desobediência em Lisboa na operação “Páscoa em Casa”

Covid-19: Costa salienta que reabertura tem de ser prudente e com condições sociais de confiança