in

Covid-19: Mais de 1.100 contactos realizados pelas equipas multidisciplinares na região de Lisboa

Lisboa, 03 jul 2020 (Lusa) — Mais de 1.100 pessoas de Lisboa, Odivelas, Amadora, Loures e Sintra foram contactadas, nos últimos três dias, pelas equipas multidisciplinares criadas para combater a covid-19, revelou hoje a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT).

A partir de terça-feira e até quinta-feira, os elementos das equipas constituídas nos Agrupamentos de Centros de Saúde (ACES) da Amadora, Lisboa Norte, Lisboa Central, Lisboa Ocidental e Oeiras, Loures-Odivelas e Sintra realizaram ações de rua e “visitaram 250 famílias, bem como 579 indivíduos”, avançou a ARSLVT, indicando que, no total, foram contactadas 1.147 pessoas.

Em comunicado, a instituição com responsabilidades na administração das políticas de saúde de Lisboa e Vale do Tejo (LVT), região que tem registado o maior número de novos casos de infeção de covid-19 em Portugal, explicou que o trabalho nestes cinco concelhos da Área Metropolitana de Lisboa (AML) – onde se localizam as 19 freguesias do país que continuam em situação de calamidade — tem sido de “sensibilizar a população para as medidas de prevenção da doença, bem como verificar e encontrar soluções para quem necessita de apoio alimentar e realojamento, por exemplo”.

Para tal, estão no terreno os profissionais do setor da Saúde, da Segurança Social, da Proteção Civil Municipal e das forças de segurança, indicou a ARSLVT.

“Além de contactar pessoas identificadas que possam necessitar de ajuda complementar para cumprir o confinamento/isolamento profilático — e assim ajudar a quebrar as cadeias de transmissão da covid — estas equipas também têm visitado estabelecimentos comerciais e realizados ações de sensibilização à população”, adiantou a instituição.

Nos últimos três dias, o contacto com 1.147 pessoas de Lisboa, Odivelas, Amadora, Loures e Sintra foi possível graças ao trabalho de 38 equipas multidisciplinares, com um total de 92 profissionais, que visitaram 250 famílias (sem informação do número total de pessoas) e 579 cidadãos, informou a ARSLVT.

Segundo os dados do trabalho das equipas multidisciplinares, o dia de terça-feira, o primeiro de intervenção no terreno, foi o que registou maior número de contactos, com 602 pessoas alvo de intervenção, resultado de 15 equipas, com 39 profissionais, que visitaram 50 famílias e 144 cidadãos.

Na quarta-feira, houve 181 pessoas contactadas pelas equipas multidisciplinares criadas no âmbito do combate à pandemia da covid-19, com 11 equipas no terreno, com 23 elementos profissionais, que visitaram 68 famílias e 181 cidadãos.

Já na quinta-feira, dia que contou com 12 equipas no terreno, com 30 profissionais, foram contactadas 364 pessoas, registando-se a visita de 132 famílias e 254 cidadãos.

A criação das equipas multidisciplinares foi anunciada em 25 de junho pelo primeiro-ministro, António Costa, tendo a medida sido implementada pelo Gabinete Regional de Intervenção para a supressão da covid-19 em LVT.

Segundo os dados divulgados na quinta-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS), Portugal regista mais oito mortes causadas pela covid-19 do que na quarta-feira e mais 328 infetados, cerca de 83% dos quais na região de Lisboa e Vale do Tejo.

De acordo com o último boletim epidemiológico da DGS, o número de mortes relacionadas com a covid-19 ascende a 1.587, enquanto os casos confirmados desde o início da pandemia totalizam 42.782 infetados.

A generalidade de Portugal continental entrou na quarta-feira em situação de alerta devido à pandemia de covid-19, com exceção da AML, onde 19 freguesias continuam em situação de calamidade e as restantes passam a contingência.

As 19 freguesias pertencem aos concelhos de Lisboa, Amadora, Odivelas, Loures e Sintra.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 521 mil mortos e infetou mais de 10,88 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

               

Deixe uma resposta

Loading…

0

Comissão parlamentar pede à ministra da Cultura auditoria à RTP sobre alienação de terrenos

Covid-19: Portugal foi penalizado pelo Reino Unido por “falar a verdade” – Turismo do Algarve