in

Covid-19: Portugal acolhe estágios de olímpicos brasileiros impedidos de treinar

Portugal foi o primeiro país europeu escolhido para acolher estágios de atletas olímpicos brasileiros, impedidos de treinar nas melhores condições no seu país devido à pandemia de covid-19, anunciou o Comité Olímpico do Brasil (COB).

Em comunicado divulgado na segunda-feira, o COB refere que “Portugal é o primeiro país já confirmado, e foi escolhido por estar num estágio avançado no combate à covid-19 e pelo relacionamento existente com o comité olímpico daquele país, que já havia sido escolhido como base principal de aclimatação do ‘Time’ Brasil para os Jogos Olímpicos Paris2024”.

Sem referir as modalidades nem os restantes países europeus, eventualmente, envolvidos, o organismo explica que os “cerca de 200 atletas serão divididos em grupos, de julho a dezembro, para treinar na Europa”, esclarecendo que “a missão, que deverá incluir atletas e oficiais de diversas modalidades, está em fase final de planeamento”.

O COB destaca as boas relações como o Comité Olímpico de Portugal (COP) e garante que a escolha do país “respeitou as condições de segurança de saúde, o protocolo de treinos e as medidas de isolamento impostas pelas autoridades locais”.

O chefe da missão brasileira aos Jogos Olímpicos Tóquio2020, Marco António La Porta Jr., considera que a decisão de treinar fora do Brasil, onde o número de mortos por covid-19 contínua a crescer, é de extrema importância para os atletas.

“Para o COB, é preocupante ver nossos atletas sem condições de treino em virtude da necessidade real de mantermos o isolamento para controle da pandemia no país. Sabemos o quão importante é vencermos a batalha contra o coronavírus, ao mesmo tempo que trabalhamos para que o ‘Time’ Brasil esteja em pé de igualdade com seus principais adversários”, disse.

O diretor geral do COB, e antigo campeão olímpico de judo, Rogério Sampaio, mostra-se convicto de que as instalações desportivas portuguesas oferecerão aos atletas brasileiros “locais seguros e de alto nível para que retomem suas atividades”.

O COB promete para breve a apresentação de um documento com recomendações de especialistas e médicos sobre a retomada gradual e segura dos treinos no Brasil, estando ainda a aguarda autorização dos governos dos vários estados.

Devido à pandemia de covid-19, declarada em 11 de março, os Jogos Olímpicos Tóquio2020 foram adiados para o verão de 2021, e as competições desportivas de quase todas as modalidades foram disputadas sem público, adiadas ou canceladas.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 373 mil mortos e infetou mais de 6,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos (105.099) e mais casos de infeção confirmados (mais de 1,8 milhões).

Seguem-se o Reino Unido (39.045 mortos, mais de 276 mil casos), Itália (33.475 mortos, mais de 233 mil casos), o Brasil (29.937 mortes e mais 526 mil casos) França (28.833 mortos, mais de 189 mil casos) e Espanha (27.127 mortos, mais de 239 mil casos).

Portugal contabiliza pelo menos 1.424 mortos associados à covid-19 em 32.700 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgado na segunda-feira.

Deixe uma resposta

Loading…

0

Detido em Penafiel por agredir mulher e filha adolescente

Covid-19: Empresas a funcionar aumentaram na 2.ª quinzena de maio para 92% – INE/BdP