in

Covid-19: Reunião do Eurogrupo retomada formalmente após horas de contactos

Bruxelas, 09 abr 2020 (Lusa) — A reunião do Eurogrupo destinada a encontrar um compromisso sobre a resposta europeia à crise provocada pela covid-19 vai ser finalmente retomada de forma formal, depois de vários adiamentos para contactos à margem com vista a aproximar posições.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Inicialmente marcado para as 17:00 de Bruxelas, menos uma em Lisboa, o começo da reunião foi sendo sucessivamente adiado, dado prosseguirem discussões à margem entre ministros das Finanças com vista a ‘desbravar’ caminho para um acordo, tendo o porta-voz do presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, anunciado que finalmente está tudo a postos para o encontro ter início, às 20:30 de Lisboa, quatro horas e meia depois da hora originalmente prevista.

Ao final da tarde, e já depois de dar conta de “contactos intensos” com os seus homólogos europeus, Mário Centeno afirmou, numa mensagem vídeo, que os ministros das Finanças europeus estão “muito perto” de um acordo, apelando para o sentido de compromisso de todos os envolvidos.

“Exorto todos os ministros das Finanças a chegarem a acordo sobre um plano ousado e ambicioso para proteger as nossas economias em resposta a esta ameaça comum”, declarou, reiterando que o objetivo passa pela adoção de um pacote sem precedentes que constitua uma “rede de segurança” para proteger os trabalhadores, as empresas e as finanças das nações.

Sublinhando a necessidade de os Estados-membros acordarem “um plano que dê esperança de que a crise será ultrapassada, numa altura em que a Europa mergulha na recessão”, o ministro das Finanças português insistiu que este é um problema global, que afeta todos por igual, e “não há passageiros de primeira classe”.

“Estamos nisto juntos. Todos em confinamento, com o número de vítimas a aumentar a cada hora, e sem fim à vista. Todos os dias somos recordados de que este vírus é cego. Cego às bandeiras, ao género, à cor ou à classe social. Não há passageiros de primeira classe. Ou afundamo-nos ou nadamos juntos. Esta é uma verdadeira emergência. Isto é global”, disse.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A concluir a sua mensagem, Centeno dá então conta de que um compromisso está próximo, bastando que os ministros das Finanças de todos os Estados-membros deem mostras de “espírito de compromisso”.

“A boa notícia é que estamos muito perto de um acordo. Eu acredito, eu ainda acredito, que desta vez todos estaremos à altura da ocasião e mostraremos o necessário espírito de compromisso, que é o alicerce da nossa União”, acrescentou.

Esta reunião do Eurogrupo, considerada decisiva e conduzida por videoconferência desde Lisboa por Centeno, teve início na terça-feira à tarde e foi suspensa ao início da manhã de quarta-feira, após 16 horas de discussões. Deveria ter sido retomada hoje às 16:00 de Lisboa, mas começará então às 20:30.

O objetivo de Centeno é alcançar um acordo sobre um pacote financeiro de emergência de grande envergadura, que ascenderá a 500 mil milhões de euros, bem como um “compromisso claro” relativamente a um plano de recuperação (posterior) de grande envergadura, o chamado novo ‘Plano Marshall’ para a Europa.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE  

Receba notícias de última hora e ainda informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar no gosto da nossa página de facebook ➜  

Receba notícias de última hora e ainda informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar no gosto ➜  

Receba notícias de última hora e ainda informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar no gosto ➜  

Deixe uma resposta

Loading…

0

ARTIGOS RECOMENDADOS

Covid-19: GNR e PSP detiveram 67 pessoas e encerraram 223 estabelecimentos até às 17:00

Covid-19: Sindicato dos Jornalistas adverte para “as implicações” do ‘lay-off’