in

Covid-19: Sobe para 8 número de internados devido a foco em lar do Porto

Porto, 06 ago 2020 (Lusa) — O número de internados infetados por covid-19 devido a um foco num lar do Porto subiu de quatro para oito, mantendo-se nos 44 o total de casos confirmados, revelou hoje fonte da Administração Regional de Saúde do Norte (ARSN).

Em declarações à Lusa, fonte oficial da ARSN indicou que os quatro internamentos registados na terça-feira passaram para oito, sem especificar a gravidade do estado clínico dos doentes que se encontram no Hospital de Santo António, no Porto.

A mesma fonte indicou que o número de casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus na residência sénior Montepio da Rua do Breiner, no Porto, se mantém nos 44, dos quais 34 utentes e 10 profissionais.

Na terça-feira, a ARSN revelou que “foram testados” todos os utentes e profissionais daquele lar, num total de “225 pessoas (109 utentes e 116 profissionais)”.

A ARNS referiu ainda que foi na quarta-feira, dia 29 de julho, que surgiu o registo do primeiro caso de infeção pelo novo coronavírus na residência sénior.

Questionada então pela Lusa, a empresa Residências Montepio remeteu mais detalhes para ocasião oportuna, referindo ter conseguido “isolar a cadeia de contágio”.

Numa resposta escrita enviada à Lusa na terça-feira, a empresa descreve que, “neste caso específico, que se restringe unicamente à Residência Porto — Rua do Breiner” o primeiro passo dado “foi rastrear a origem e graças a isso foi possível rastrear e isolar as pessoas afetadas”.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 701 mil mortos e infetou mais de 18,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.740 pessoas das 51.848 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Deixe uma resposta

Loading…

0

Artista espanhol Isaki Lacuesta em destaque no festival Curtas de Vila do Conde

Nove homens detidos por furto de 1.500 quilos de cortiça em Santarém, Évora e Setúbal