in

Covid-19: Testados cerca de 10 mil funcionários de creches – ministra

Albufeira, Faro, 13 mai 2020 (Lusa) — A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social anunciou hoje que foram efetuados 10 mil testes para despistagem da covid-19 a funcionários das creches em todo o país, priorizando os que retomam funções a 18 de maio.

“A opção foi realizar testes aos trabalhadores que retomam o trabalho já no dia 18 de maio e, desde há uma semana, já foram realizados cerca de 10 mil testes em todo o país”, disse a ministra Ana Mendes Godinho.

A titular da pasta do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social falava aos jornalistas à margem de uma visita ao Centro Infantil Quinta dos Pardais, em Albufeira, no distrito de Faro.

Questionada sobre se já eram conhecidos os resultados dos testes efetuados aos funcionários das creches para a despistagem da covid-19, Ana Mendes Godinho referiu “não dispor ainda desses dados”.

Segundo a governante, para já, o grande objetivo “é isolar os casos positivos que existam, para que a reabertura das creches seja feita com o máximo de segurança e de cautela, e com a implementação das medidas de prevenção necessárias”.

Sobre as recomendações e orientações anunciadas hoje pela Direção-geral da Saúde para o funcionamento daqueles espaços para crianças, a ministra considerou que “são um conjunto de orientações para que a reabertura se faça de forma segura e tranquila, com uma grande mobilização de todos os intervenientes”.

Questionada sobre os apoios para os trabalhadores das creches que têm filhos e que optem por ficar em casa ou por impedimento legal, Ana Mendes Godinho referiu que o Governo “tem em vigor o apoio à família, para todos os trabalhadores que não tenham alternativa”.

“Há essa medida para os funcionários das creches, e naturalmente será também cada creche a fazer a gestão dos funcionários em função das necessidades que vão ter, nomeadamente o número de alunos que vão ter”, referiu.

A ministra apontou como exemplo o Centro Infantil da Quinta dos Pardais, em Albufeira, que vai reabrir com “apenas oito crianças, cabendo à administração do espaço a gestão dos trabalhadores”.

“Portanto, isto será feito de uma forma faseada e certamente a gestão dos trabalhadores será feita em função de cada creche e do número de crianças que vão retomando. Esse é modelo que deve ser adaptado em função de cada caso concreto e do número de crianças”, frisou.

Na opinião de Ana Mendes Godinho, a situação provocada pela pandemia da covid-19 “é completamente nova, e tudo faz parte de uma readaptação a uma nova realidade, a qual ninguém imaginava”.

Durante a deslocação ao Algarve, a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social assinou uma extensão do protocolo de extensão entre o Algarve Biomedical Center (ABC) e o ministério, que prevê a realização de testes nas creches do Algarve, Baixo Alentejo e Alentejo Litoral.

No total, serão testados cerca de 2.000 funcionários de 130 creches algarvias e perto de 900 funcionários de 55 creches do Baixo Alentejo e Alentejo Litoral.

Deixe uma resposta

Loading…

0

Presidente do PSD defende demissão do ministro das Finanças, Mário Centeno

Covid-19: Retoma da atividade dos tribunais deverá ocorrer em 20 de maio, diz PSD