in

Covid-19: Universidade do Porto suspende aulas presenciais por tempo indeterminado

Redação, 11 mar 2020 (Lusa) — A Universidade do Porto vai suspender as aulas presenciais nas 14 faculdades daquela instituição a partir de amanhã e por tempo indeterminado, para combater a propagação da epidemia da doença Covid-19, uma medida que afetará cerca de 32.000 alunos.

De acordo com um comunicado da Universidade do Porto, face à evolução da pandemia do novo coronavírus e “dado o clima crescente de dúvida e alarme social instalado que inviabiliza o normal prosseguimento” das aulas, esta instituição determinou “a suspensão de todas as atividades letivas presenciais” a partir de quinta-feira e “por tempo indeterminado”.

Contactada pela agência Lusa, a Universidade do Porto informou que esta medida vai afetar cerca de 32.000 estudantes.

As 14 faculdades que integram a Universidade do Porto devem implementar “os meios de ensino à distância”, medida que está prevista no plano de contingência desta universidade, “com caráter de urgência”.

O funcionamento das bibliotecas e das salas de estudo também está suspenso, assim como os “eventos e atividades desportivas e culturas” nas instalações da universidade.

Contudo, a “rede de residências e cantinas universitárias dos Serviços de Ação Social da Universidade do Porto” vai continuar em funcionamento, “de forma a garantir o apoio indispensável aos estudantes e colaboradores” daquela instituição do ensino superior.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou hoje a doença Covid-19 como pandemia.

Em Portugal, a Direção Geral da Saúde atualizou hoje o número de infetados, que registou o maior aumento num dia (18), ao passar de 41 para 59.

A região Norte continua a registar o maior número de casos confirmados (36), seguida da Grande Lisboa (17) e das regiões Centro e do Algarve (três cada).

Sugestões para ti