in

Covid-19:Madeira retira um caso positivo da lista e mantém total de 90 infetados

Funchal, Madeira, 02 jun 2020 (Lusa) – As autoridades de saúde da Madeira decidiram hoje não contabilizar o último doente com covid-19, identificado na segunda-feira, como um caso regional, mantendo o total de 90 infeções registadas no arquipélago desde 16 de março, já com 80 curados.

“Atendendo ao contexto epidemiológico, agora conhecido, e o facto de o contágio se ter verificado na região Centro [do continente], onde o doente reside, as autoridades de saúde determinaram que a sua contabilização ocorrerá na região de proveniência”, indica o Instituto de Administração da Saúde (IASAÚDE), em comunicado.

O doente, um jovem na faixa etária dos 20 anos, foi sinalizado após desembarcar no Aeroporto da Madeira, sendo que aguardava o resultado de um teste ao SARS-CoV-2, efetuado na origem, cujo resultado positivo foi conhecido após a chegada à região.

O jovem permanece em isolamento em unidade hoteleira dedicada a confinamento e a investigação epidemiológica do caso está a cargo da autoridade de saúde da região Centro, em articulação com as autoridades de saúde da Madeira.

Na sequência desta decisão, o IASAÚDE esclarece que são 90 os casos confirmados identificados no arquipélago, 80 dos quais recuperados e 10 ativos, que permanecem sem necessidade de cuidados hospitalares.

Até ao dia 01 de junho, foram notificados 1.543 casos suspeitos de covid-19 na região, dos quais 1.453 não se confirmaram.

“Relativamente às pessoas sob vigilância das autoridades de saúde, são 469 acompanhadas nos vários concelhos da região, 322 em vigilância ativa e 147 em autovigilância”, refere o IASAÚDE.

O total de amostras processadas no Laboratório de Patologia Clínica do Serviço de Saúde da Madeira (Sesaram) é de 15.120, abrangendo 13.794 utentes.

Em Portugal, morreram 1.436 pessoas das 32.895 confirmadas como infetadas, e há 19.869 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 375 mil mortos e infetou mais de 6,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,6 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Deixe uma resposta

Loading…

0

Sindicato pede à ACT que fiscalize ‘lay-off’ na Plural Entertainment

Covid-19: Trabalhadores da Sonae no Cartaxo fazem teste depois de caso positivo