Crédito em incumprimento melhora nas famílias e empresas em abril

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

O total de empréstimos concedidos pelos bancos às empresas e famílias desceu ligeiramente em abril face ao mesmo mês do ano passado, segundo dados do Banco de Portugal, que indicam também uma melhoria no crédito em incumprimento.

Segundos os dados hoje divulgados pelo regulador e supervisor bancário, no final de abril, o ‘stock’ de crédito concedido pelos bancos às empresas era de 76.122 milhões de euros, o que representava menos 0,33% face a março e menos 7,0% face ao mesmo mês de 2016.

Já nas famílias, o ‘stock’ total de crédito concedido, de 124.124 milhões de euros no final de abril, representou uma estabilização face a março (+0,03%) e uma queda ligeira de 1,81% em relação a abril de 2016.

Quanto ao crédito malparado, houve uma melhoria tanto nas empresas como nas famílias.

Nas empresas, o rácio de empréstimos em incumprimento passou de 16,1% do total do crédito concedido em abril do ano passado para 15,4% em abril deste ano.

Já nas famílias, o valor passou de 5,1% de crédito vencido em abril de 2016 para 4,7% no mês passado.

Como habitualmente, nas famílias, o malparado é maior no crédito a consumo e outros fins, de 11,9% em abril (ainda assim abaixo dos 14,2% de há 12 meses), do que nos empréstimos à habitação (3,0% em abril, o mesmo de há um ano).

Também o número de devedores com crédito em incumprimento apresentou uma evolução positiva na comparação homóloga.

Em abril de 2016, 28,7% das empresas tinham crédito vencido e em abril deste ano este valor desceu ligeiramente para 27,2%.

Nos particulares a tendência é a mesma, sendo que em abril eram 13,3% as famílias com crédito vencido, abaixo dos 14,4% de abril do ano passado.

Recomendado pelo Informa+

Qual a sua opinião?