Cruz Vermelha cria centro de apoio a doentes crónicos em Lisboa com 160 camas

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

A Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) vai criar no centro de Lisboa uma unidade de apoio a doentes crónicos, com 90 quartos e 160 camas, disse hoje o novo presidente da instituição, Francisco George.

Ex-diretor-geral da Saúde, Francisco George tomou hoje posse como novo presidente da Cruz Vermelha, numa cerimónia presidida pelo primeiro-ministro e na presença dos ministros da Saúde, da Defesa e do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, entre dezenas de convidados.

E foi dirigindo-se ao ministro do Trabalho, Vieira da Silva, que Francisco George afirmou: “vamos ter que decidir rapidamente, vamos ter que arrancar com ele (o centro), nem mais uma semana parado”, explicando que a estrutura está pronta.

Num longo discurso o novo presidente da Cruz Vermelha falou das novas prioridades da instituição, das próximas iniciativas e até da história da Cruz Vermelha.

Recomendado pelo Informa+

Qual a sua opinião?