Decapita ex-namorada por esta recusar relações sexuais

Detectámos que tem um Ad Block ativo

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o Ad Block (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

Anna Ergieva, de 29 anos, foi decapitada pelo ex-namorado após recusar praticar relações sexuais com ele. O corpo da vítima foi encontrado sem cabeça no apartamento.

Posteriormente, as autoridades encontraram o crânio enterrado com joias num pinhal em Odessa, na Ucrânia.

De acordo com o jornal Daily Mail, o cadáver foi encontrado pelos pais de Anna após esta não atender as várias chamadas dos progenitores ao longo do dia.

“Ela estava deitada no chão, decapitada. Estava coberta de sangue. Toda a sala estava coberta de sangue”, afirmou o pai da jovem.

O ex-namorado da mulher foi detido e confessou que ficou “irritado quando Anna recusou fazer sexo”, por isso disparou na cabeça da ex-companheira.

Arma do crime

Com medo de ser identificado pelo calibre da bala, decidiu decapitar Anna e esconder a cabeça num local diferente.

Jóia enterrada com a cabeça da mulher

O homicida está detido e aguarda agora julgamento.

Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã

Recomendações

Recomendações

Comente, dê a sua opinião!