in

Desmantelada em Espanha rede que introduzia grandes quantidades de haxixe em França e Portugal

Adobe Stock

A Polícia Nacional e a Agência Tributária espanholas desmantelaram uma organização criminosa internacional que introduzia grandes quantidades de haxixe em França e Portugal, dissimuladas em camiões de grande tonelagem, numa operação conjunta que resultou na detenção de 22 pessoas.

Segundo a agência espanhola de notícias Efe, a organização, fortemente hierárquica e composta por elementos de caráter violento, abastecia-se de droga no Campo de Gibraltar e transportava-a, depois, em camionetas até Córdoba, onde dispunha de toda a infraestrutura necessária para a armazenar e camuflar.

Numa das instalações, localizada na localidade madrilena de Ciempozuelos, os agentes localizaram uma oficina clandestina dedicada ao fabrico de compartimentos ocultos em reboques, informou a Polícia Nacional.

Os detidos dispunham de fortes medidas de segurança – quer nas viagens que efetuavam, quer nos seus contactos – e utilizavam sofisticados sistemas de encriptação das telecomunicações.

A investigação teve início em agosto de 2020 e as primeiras pesquisas confirmaram a existência de uma organização criminosa, com sede em Córdoba, que dispunha de vários armazéns industriais e de uma frota de camiões e reboques para transportar a droga.

Estes veículos serviam também para o transporte e fornecimento de embarcações semirrígidas ou de borracha aos grupos que operam no Estreito de Gibraltar, e que fabricavam em estaleiros em Portugal.

A localização, no passado mês de maio, de um dos camiões no posto fronteiriço de La Junquera, com 285 quilos de haxixe, permitiu identificar o suposto líder da rede, que teria cumprido pena em França e em Itália por crimes semelhantes.

A colaboração com a polícia francesa permitiu intercetar nos arredores de Lyon (França) outro camião procedente de Córdoba com 2.400 quilos de haxixe e deter duas pessoas de nacionalidade espanhola, assim como apreender 1.800.000 euros a narcotraficantes franceses.

Numa outra intervenção foi localizado outro camião que viajava de Tarifa (Cádis) para Córdoba e que foi intercetado na AP-7, perto de Marbella, com 750 quilos de haxixe, tendo o seu motorista sido detido.

Posteriormente foram localizadas e desmanteladas as instalações de onde provinha a droga, em Tarifa, e recuperado um veículo todo-o-terreno que tinha sido roubado em Madrid e que servia para transportar o haxixe desde a costa argelina.

O carro tinha sido manipulado para poder expelir para o exterior pó do extintor, de forma a permitir escapar a uma possível perseguição policial.

Em resultado do cerco policial, a organização criminosa começou a deslocar-se para Madrid, onde dispunha de novas instalações industriais.

Numa delas, localizada num parque industrial do município madrileno de Coslada, foi intercetado um outro camião com 1.300 quilos de droga e detido o respetivo motorista, que acabou por verificar-se ser um dos responsáveis da organização.

Em buscas posteriores a residências e instalações industriais foram encontrados mais 4.450 quilos de haxixe, 33.735 euros, 10 veículos, nove motociclos, diversas peças de joalharia e 10 telemóveis.

Sugestões para ti