Detido em flagrante incendiário de Vale de Cambra

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

As autoridades detiveram em flagrante delito o presumível autor do incêndio florestal que deflagrou este domingo de manhã em Vale de Cambra, disse o secretário de Estado da Administração Interna.

Segundo Jorge Gomes, que falava à RTP perto das 21.30 horas, no posto de comando instalado no concelho vizinho de Arouca, o homem foi “entregue de imediato à Polícia Judiciária”.

O responsável indicou que este incêndio, que deflagrou perto das 7 horas, “já está bastante mais calmo”, mas admitiu que o vento continua a dificultar as operações.

Jorge Gomes reiterou que há mão criminosa na origem do grande número de fogos que deflagraram hoje no país (mais de 300 após a meia-noite).

Este incêndio, no distrito de Aveiro, mantém duas frentes ativas hoje à noite, com 300 operacionais no combate às chamas, apoiados por 93 veículos.

Este artigo foi publicado originalmente no Jornal de Notícias

Qual a sua opinião?