Diogo Amaral: “Adoro ser pai. Sou um sortudo”

À margem da apresentação da nova temporada da SIC, Diogo Amaral, que integra o elenco de ‘Golpe de Sorte’ e vai estar na novela ‘Terra Brava’, esteve à conversa com os jornalistas e falou dos dois filhos.

Mas antes, o actor abordou as confissões recentes que fez a Cristina Ferreira, quando reconheceu os seus problemas com droga.

“Aprendi a alimentar o lobo bom, felizmente. Acho que é um esforço que se tem de fazer todos os dias”, disse.

“A verdade é implacável e a dúvida era desconfortável para mim. Quando dizes a verdade ficas livre de uma dúvida”, acrescentou.

Mas foi a falar dos filhos que Diogo Amaral se estendeu nas palavras. Mateus, da relação com Vera Kolodzig, e Oliver, da relação com Jessica Athayde, são o seu principal motivo de orgulho.

“Adoro ser pai, acho que se nota. O Oliver é lindo. Acho que ele é parecido com a mãe, mas as pessoas dizem que é parecido comigo”, confessou, referindo que o filho mais velho não esconde os ciúmes que sente. Costumo chamar o Mateus de miúdo e chamei o Oliver de miúdo. E ele veio ter comigo e disse: ‘Oh pai, eu e o Oliver somos os teus miúdos’. Podia ser muito pior, mas é muito querido. Essa experiência é engraçada dos dois. Sou um sortudo”.

Quanto à Educação das crianças, Diogo não tem dúvidas: “Acho que o exemplo que nós damos aos nossos filhos é mais importante do que aquilo que nós lhe dizemos”, declarou.

Recomendados

Recomendados

Comente, qual a sua opinião?
A carregar...

Outros conteúdos na web