in

EDP conseguiu proteger o essencial no ataque informático – António Mexia

Lisboa, 16 abr 2020 (Lusa) — O presidente da EDP, António Mexia, afirmou hoje que a empresa conseguiu proteger “o essencial” no ataque informático de que foi alvo na passada segunda-feira, nomeadamente o fornecimento de energia e informação relativamente aos clientes.

“Os nossos sistemas detetaram o ataque e protegeram o essencial”, afirmou o gestor, referindo que para a empresa é essencial salvaguardar a informação relativa aos clientes, mas “sobretudo garantir a proteção das infraestruturas críticas”.

António Mexia, que falava em conferência de imprensa no final da assembleia-geral de acionistas, referiu que a elétrica investiu recentemente “mais de 50 milhões em segurança” e destacou que a prioridade de fornecimento de eletricidade foi salvaguardada.

Em relação aos dados dos clientes, explicou que “a base de clientes funciona numa plataforma que não foi atacada, mas não quer dizer que não possa ter havido qualquer interferência”.

Na segunda-feira, a EDP admitiu ter sido alvo de um ataque informático à sua rede corporativa”, que condicionou “o normal funcionamento de uma parte dos seus serviços e operações”.

Sobre as notícias de um alegado pedido de resgate à empresa, António Mexia disse “desconhecer qualquer pedido”.

Sugestões para ti