in

EDPR vende participação em projeto eólico em Espanha à Finerge por 426 ME

Lisboa, 10 ago 2020 (Lusa) — A EDP Renováveis (EDPR) chegou a acordo para a venda da totalidade da sua participação acionista e empréstimos de um portfólio eólico ‘onshore’ (em terra) operacional, em Espanha, ao grupo Finerge por 426 milhões de euros, foi comunicado ao mercado.

“A EDP Renováveis, S.A. (“EDPR”) alcançou um acordo de compra e venda com o grupo Finerge, uma das maiores produtoras de energias renováveis em Portugal, para a venda da totalidade da sua participação acionista e empréstimos acionistas de um portfólio eólico ‘onshore’ operacional com 242 MW [megawatts] de capacidade instalada, por um valor total de aproximadamente 426 milhões de euros (sujeito às condições habituais de conclusão destas operações)”, lê-se em comunicado divulgado na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Esta operação abrange sete parques eólicos em operação em Espanha, nomeadamente, nas regiões de Ávila e Catalunha, sendo que a totalidade do portfólio “apresenta uma vida média em operação de nove anos”.

De acordo com a informação enviada à CMVM, o valor de mercado (‘enterprise value’) da transação está situado em 507 milhões de euros.

A conclusão desta operação está prevista para o quarto trimestre deste ano.

A empresa agora liderada por Rui Teixeira — depois de Manso Neto ter siso suspenso de funções no âmbito do ‘caso EDP’ -, precisou ainda que, com esta transação, já executou mais de 40% do objetivo de quatro mil milhões de euros de rotação de ativos para o período 2019-2022.

“Este acordo é um grande marco para nós, pois não só mostra que somos capazes de gerar valor através do desenvolvimento e gestão de projetos, mas também que o mercado reconhece a qualidade dos nossos ativos”, afirmou Rui Teixeira, numa nota enviada às redações.

O presidente executivo interino da EDPR notou ainda que esta operação permite dar continuidade ao plano de negócios, graças à estratégia de rotação de ativos que permite rentabilizar os parques da empresa “antes de chegarem ao fim da sua vida útil, sempre com o objetivo de acelerar o investimento e, por isso, o crescimento”.

Na sessão de hoje da bolsa, as ações da EDPR ficaram inalteradas nos 14 euros.

Deixe uma resposta

Loading…

0

GNR detém seis homens por furto de 10 toneladas de cortiça em Grândola

Concertos e cursos de música nos Encontros Internacionais da Casa de Mateus