Empresário morre atropelado à porta de casa

Detectámos que tem um Ad Block ativo

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o Ad Block (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

Um homem com cerca de 50 anos foi atropelado mortalmente, na estrada nacional 222, no lugar do Ameal, na freguesia de Espadanedo, em Cinfães. Segundo fonte dos Bombeiros de Nespereira, o alerta foi dado às 1.30 horas deste domingo.

A vítima, Jaime Ferreira, um industrial da restauração, com um estabelecimento no centro da vila de Castelo de Paiva, terá tido morte imediata.

“A vítima foi encontrada em paragem cardiorrespiratória. Iniciamos manobras de reanimação, mas o indivíduo não resistiu aos ferimentos. O óbito foi confirmado no local pela equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Vale do Sousa”, disse ao JN, Paulo Santos, Comandante dos Bombeiros de Nespereira.

O atropelamento ocorreu numa zona, que apesar de ser reta, tem má visibilidade, sobretudo à noite.

Jaime Ferreira “acabara de sair da viatura de um amigo que lhe havia dado boleia após o trabalho e foi colhido por um Hyundai que seria conduzido por um jovem automobilista que será residente em Piães, Cinfães”, explicou ao JN, Diogo Queirós habitante na localidade.

A vítima é um empresário muito respeitado na região. Além de ser dono de um restaurante, cuja gestão partilhava com o filho, Jaime Ferreira participava amiúde nas romarias da localidade de Castelo de Paiva e Cinfães, garantindo na sua barraca as refeições às bandas filarmónicas e grupos folclóricos.

Bombeiros de Nespereira, o Suporte Imediato de Vida de Cinfães e VMER do Vale do Sousa prestaram socorro à vítima. A GNR de Cinfães tomou conta da ocorrência tendo posteriormente passado a pasta a uma esquipa de Investigação Criminal.

Este artigo foi publicado originalmente no Jornal de Notícias

Recomendações

Recomendações

Comente e partilhe a sua opinião!